enigmamundi
 
  HOME
  CONTATO
  LIVROS - ESTUDOS - CURSOS
  DICA DE LEITURA
  IMAGENS OVNIS
  HISTÓRIA OCULTA
  INVENÇÃO DO CRISTIANISMO
  VISÃO GLOBAL DA RELIGIÃO ANTIGA
  CONTRADIÇÕES DA BÍBLIA
  IMAGENS OVNIS II
  ORIGENS DO CRISTIANISMO
  ASTRONAUTAS NA ERA DAS CAVERNAS
  UFOLOGIA
  UFOLOGIA NA BÍBLIA
  HISTORIA OCULTA II
  QUEM EXPLICA...
  PASSADO MISTERIOSO
UFOLOGIA

 

       Os germes operadores da vida com certeza encontraram o seu lugar em infinitos planetas, pois a intenção da Suprema Sabedoria é de fato propagá-la. A adaptação de seres vivos ás condições inóspitas do meio-ambiente deve ter propiciado a evolução de seres orgânicos em um número considerável de  planetas. Em 1893, o grande físico sueco e futuro prêmio nobel Svant-Augustus Arrhenius sustentava que as infinitas variedades de vida terrenas não poderiam ser consideradas como um fenômeno local independente da influência de forças externas. As condições climáticas na Terra foram melhorando com o passar de milhares de anos e com isso as espécies de vida também foram aprimorando de acordo com aquilo que os ambientes exigiam delas. Afirma ainda este grande estudioso que nada nos autoriza acreditar que o nosso planeta seja detentor exclusivo destas espécies de vida.

 

       Dr. Chudinov descobriu em 1972 algas microscópicas incorporadas em estratos de cloreto de potássio e de magnésio - “Inertes há  milhões de anos”, escreve o cronista da revista Science et Vie que assinala esta descoberta, “só esperavam ser vivificadas e isso aconteceu”. Temos aí um fato que em partes explica o mistério da origem da vida na terra, estas algas possuem a imortalidade em potência, quando as condições foram favoráveis a centelha de vida nela contida despertou. Professor Thomas Gold, por muitos anos ocupou a cadeira de Biologia na Universidade Cornell, uma das  que goza de mais prestígio na América. Na sua obra “Idade da Terra”, publicada em  Nova York   em 1974, acredita que “as formas de vida adequadas a Terra não têm origem terrestres e que nasceram de “sementes” transportadas por uma astronave há milhões de anos. A vida saiu de uma partícula microscópica e desenvolveu-se com extrema lentidão até o estágio a que atualmente chegamos”. 

 

       Robert Charroux  dedica em seu “Livro dos Segredos Traídos”, vários capítulos á natureza dos anjos e das emanações divinas. Quem eram, interroga Charroux, esses filhos de Deus ou filhos do Céu,  a quem os doutores da igreja chamam de anjos?

 

       Seriam criaturas celestes  vindas do reino de Deus-Pai, as que teriam descido ao planeta Terra para cortejar as mulheres terrestres, no caso de Gênesis 6? Os homens do tempo da física quântica, dos computadores, da internet e das naves espaciais podem acreditar como criam os nossos antepassados? Mas se estes anjos representam uma verdade escondida, quem são e de onde vêm? Após uma longa demonstração, em que cita, a Bíblia, Santo Agostinho, alguns doutores da Igreja, o livro de Enoque, conclusões do concílio de Laodicéia em 366, o extraordinário pesquisador francês conclui: “Os anjos bíblicos são visitantes extra-planetários”.

 

 

 

  

RAPIDINHAS UFOLÓGICAS

 

Vida extraterrestre

Deixando de lado números fantásticos e galáxias mal conhecidas, podemos concluir que há 18.000 planetas relativamente próximos de nós que oferecem condições necessárias à vida, similares às que existem na Terra. Mas será essencial que os planetas devam ter condições semelhantes às da Terra para que neles exista vida?


Objetos voadores na mitologia

Na mitologia dos esquimós se afirma que as primeiras tribos haviam sido levadas para o norte por "deuses" de asas de bronze! Os "peles-vermelhas"  falavam de um "pássaro-trovão", que lhes trouxe o fogo e os frutos. Finalmente, a lenda maia "Popol Vuh" nos relata que os "deuses" conheciam todas as coisas: o Universo, os quatro pontos cardeais e até a face redonda da Terra.


A Sala 801

Localizada no prédio do Ministério da Aeronáutica, em Londres, a sala 801 é dita como sendo a central de informações e estudos dos avistamentos, relatos e evidências de UFOs na Grã-Bretanha. A existência dessa sala foi feita em 1957. Somente pessoal autorizado tem acesso à ela. Nela existe um enorme mapa da Grã-Bretanha com milhares de pontinhos coloridos que indicam locais de avistamento de OVNIs. A maior concentração é nos arredores de Norwich.


Missão STS-21

Durante a missão STS-21, da Discovery, em março de 1989, um Radio-Amador de Mariland, EUA, captou a voz de um piloto do ônibus espacial, o qual falava por um canal secreto da NASA e dizia que continuava com uma nave alienígena sob observação. Fonte: Vídeo-Documentário "Discos Voadores- fotos e filmes", produzido por Marco Antonio Petit de Castro.


Área S-4

Muita gente confunde a área S-4 com a Área 51, mas a S-4 está localizada em Papoose Lake, NV. A S-4 é a base na qual Bob Lazar afirma ter trabalhado e visto várias naves alienígenas. A Força Aérea não nega a existência dela, mas só diz que fazem testes lá, sem especificar que tipo de testes.


Ossada de humanóide de 2,40 m

No final de 1995, uma ossada de 2,40 m foi encontrada nos EUA. O mais importante é que esta ossada tinha um crânio com somente um olho no meio da testa. Mais uma vez a mitologia se confunde com a ufologia.


Prato com pintura de espaçonave

Descoberto em El Salvador, um prato de argila que atualmente pertence a um arqueólogo amador daquele país. com uma pintura que representa um grupo de palmeiras e de homens que as sobrevoam em curiosas máquinas, deixando um rastro de fogo.


Lei Extraterrestre

Conhecida oficialmente como capítulo 14, seção 1211 do Código de Regulamentação Federal, a "Lei Extraterrestre", foi adotada em 1969, antes do 1º homem pisar na lua, pelos astronautas americanos e dá à NASA e seu diretor autoridade para colocar em quarentena qualquer pessoa que, pelo julgamento do administrador da NASA, tivesse tido contato com "uma determinada pessoa, propriedade, animal ou qualquer outra forma de vida extraterrestre". A lei permite que a área da quarentena seja protegia e vigiada por guardas e se qualquer pessoa entrar na área, também seria obrigado a ficar em "quarentena", se for determinado que tal pessoa teve algum tipo de contato com "extraterrestres".


Crop circle no Canadá

Em 17 de outubro de 1998, o município de Lowville, em Ontario, no Canadá, foi pego de surpresa com o aparecimento de um agriglifo (misterioso efeito de achatamento geométrico numa plantação). No dia 22 de outubro de 1999, idêntico fenômeno ocorreu na região, atingindo um milharal com quase 3 m de altura. Produziu um grande agriglifo em forma de lágrima e outros de formato "discóide". Paul Anderson, do Circles Phenomena Research-Canada, disse que uma equipe de pesquisadores que esteve investigando no local teve três bússolas simultaneamente desviadas do polo norte terrestre quando fazia medições no interior da marca geométrica. Também encontrou uma substância fibrosa, esbranquiçada, debaixo de algumas plantas achatadas.


Incidente em Sonderberg, Dinamarca

No meio-dia do dia 19 de junho de 1951, um mecânico chamado Joseph Matiszewski, afirmou ter encontrado um disco voador pousado numa campina. Matiszewski aproximou-se dele e a uns 45m de distância foi paralisado. Ele percebeu que a paralisia afetou as vacas que estavam ao redor e os pássaros pararam de cantar. Quatro belos seres de pele marrom saíram do OVNI vestindo roupas brilhantes. Outros membros da tripulação pareciam estar consertando a nave. Vários objetos saíram da nave e ficaram rodeando-a. Quando o OVNI foi embora a paralisia acabou.


O Incidente em Socorro, Novo México

O caso ocorreu na tarde de 24 de abril de 1964. Lonnie Zamora, um policial, estava em perseguição à um automóvel quando ouviu um barulho estranho e viu um clarão. Zamora pensou que um paiol de dinamites havia explodido. Quando ele chegou ao local viu um objeto de forma oval no solo. Dois seres com roupas brancas estavam parados ao lado da nave. Zamora pensou que o objeto fosse um carro capotado e então chamou pelo rádio o xerife. Então ele ouviu um barulho e o objeto estava decolando, logo depois ele disparou e sumiu. Após o OVNI desaparecer os outros policiais chegaram e juntamente com Zamora, examinaram o local. Eles acharam marcas no solo e grama queimada.


O caso da água que sumiu

Os mugidos do gado acordaram um fazendeiro na manhã de 30 de setembro de 1980, em Rosedale, Victória, Austrália. Quando ele saiu de casa ficou chocado com o que estava vendo, um disco com luzes azuis e laranjas a uns 3 m do chão. O OVNI sobrevoou a área até passar por cima de um poço com 10.000 litros de água. O fazendeiro pegou a sua moto e foi em direção do OVNI. De repente um barulho estridente ecoou do objeto enquanto um tubo se prolongava da parte de baixo dele. Com um disparo a nave começou a se mover. Uma forte rajada de vento quente quase derrubou a testemunha. Os sons cessaram a medida que a nave se afastava a uma altura de uns 2m do solo. Enquanto ele se movia ia deixando cair pedaços de terra, pedras e esterco, da sua parte inferior. Um anel de uns 9 metros de diâmetro, com a grama preta, foi deixado no local do pouso. Quando o fazendeiro examinou o local pela manhã percebeu que todas as flores que existiam na área queimada haviam sumido, só restou a grama. Mas o mais estranho foi que toda a água que tinha no poço sumiu, somente o lodo do fundo do poço estava lá. A testemunha teve dor de cabeça e náuseas por uma semana. Um círculo similar foi encontrado em dezembro em Bundalaguah, próximo à Rosedale. A água também havia sumido!!!


Civilizações extraterrestres

Os cientistas: Dr. Carl Sagan, Dr. Giuseppe Cocconi, Dr. Sushu-huang, Dr. Philip Morrison, Dr. Frank Drake, Dr. Otto Struve e Melvin Calvin ( Prêmio Nobel ) chegaram a um acordo na chamada "Equação Green-Bank". Segundo essa fórmula existem a qualquer tempo, apenas na Via-Láctea, 50 milhões de civilizações diversas que, ou tentam entrar em contato conosco, ou estão à espera de um sinal procedente de outros astros.


Deuses espaciais

Textos em caracteres cuneiformes sumerianos, assírios, babilônios e egípcios oferecem a mesma imagem: "deuses" vinham de estrelas e para elas voltavam, andavam em naves de fogo ou barcos voadores (tradução livre), possuíam armas misteriosas e prometiam a alguns poucos homens a imortalidade.Textos sobre placas de ouro encontradas em Ur, na Caldéia, relatam sobre "deuses" semelhantes aos humanos, que vieram do céu e deram de presente aos sacerdotes tais placas.


 

 

 

 
   
Advertisement  
   
=> Do you also want a homepage for free? Then click here! <=